Menu
Costa quer Bancos a pagar dívidas da banca

Costa quer Bancos a pagar dívidas d…

A Caixa Geral de Depósito...

Dívida dos hospitais aumenta

Dívida dos hospitais aumenta

Pagamentos em atraso atin...

Nova penhora a mansão de luxo de Pinto da Costa

Nova penhora a mansão de luxo de Pi…

Casa é atualmente ocupada...

Dívida 30 milhões das prisões:  Ministra sem “nenhuma evidência de fome nas prisões"

Dívida 30 milhões das prisões: Min…

A ministra da Justiça gar...

O outro lado do plano PERES

O outro lado do plano PERES

A decisão de adesão [ao P...

Contribuintes detectam falhas no plano de pagamento de dívidas fiscais

Contribuintes detectam falhas no pl…

Sindicato diz que as “inc...

Avisos do fisco podem usar ‘perdão fiscal’

Avisos do fisco podem usar ‘perdão …

Empresas analisam impacto...

Fisco acelera notificações de cobrança de dívidas fiscais de 2012

Fisco acelera notificações de cobra…

A Autoridade Tributária e...

A dívida da Câmara de Lisboa foi paga pelo Governo?

A dívida da Câmara de Lisboa foi pa…

Segundo Passos, Costa só ...

“Perdões” fiscais deram 3000 milhões ao Estado em 12 anos

“Perdões” fiscais deram 3000 milhõe…

São a “derradeira oportun...

Prev Next

On Screen Feedburner Popup by Infofru

Receive all updates via Feedburner. Just subscribe below.

Subscribe to Receive Free Email Updates:

Author Site:Reviewresults

Close

Vitória de Setúbal diz que cumpriu com Fisco e Segurança Social

Vitória de Setúbal diz que cumpriu com Fisco e Segurança Social

O Vitória de Setúbal lamentou a “tentativa de desestabilização do futebol nacional” por parte do Gil Vicente e assegurou que o clube “paga e procura honrar as suas responsabilidades com a Fazenda Nacional e a Segurança Social”.

“Lamenta o Vitória Futebol Clube (VFC) qualquer tentativa de desestabilização do futebol nacional e das suas instituições. O final do campeonato passado havia, já, sido pródigo em ‘manobras de diversão’, procurando, desta forma, o Gil Vicente alcançar a manutenção para a qual revelou não ter argumentos desportivos, não obstante ter um orçamento muito superior à generalidade dos seus contendores e ter sido o clube que mais jogadores contratou em janeiro, com chorudos ordenados”, pode ler-se em comunicado divulgado hoje.

Criticando a “postura de certos dirigentes” que tentam “obter fora do campo os objetivos que não foram atingidos e encobrir os seus próprios erros”, o Vitória de Setúbal invoca a regularidade da sua situação fiscal, consubstanciada no facto de ter aderido ao Plano Especial de Revitalização Empresarial.

Os setubalenses frisaram que, “no decurso dos últimos dois anos”, honraram os acordos firmados “designadamente com a Segurança Social e com a Fazenda Nacional.

“Rejeitam-se, pois, afirmações manifestamente falsas de aumentos continuados de passivos”, escrevem, admitindo que a a equipa setubalense “sente por vezes, como milhares de contribuintes nacionais, dificuldades de tesouraria motivadas, na essência, por os seus clientes não pagarem a este as suas responsabilidades”.

De resto, prosseguem, o Vitória “comprovou documentalmente ter a sua situação salarial regularizada perante jogadores e treinadores”.

O Gil Vicente anunciou sexta feira ter interposto recurso no Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol contra a decisão da Liga de aceitar a inscrição de clubes com dívidas ao Estado e a jogadores.

Em comunicado, os gilistas, despromovidos à II Liga, pediram que a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) coloque de forma condicional o Boavista, com dívidas ao fisco, e o Vitória de Setúbal, com salários em atraso e dívidas fiscais, no sorteio das competições profissionais de futebol.

Deixe comentário

Confirme que introduziu (*) informação requerida cfr assinalado. Código HTML code não é permitido.


Anti-spam: complete the taskJoomla CAPTCHA
Regressar ao topo