Menu
Costa quer Bancos a pagar dívidas da banca

Costa quer Bancos a pagar dívidas d…

A Caixa Geral de Depósito...

Dívida dos hospitais aumenta

Dívida dos hospitais aumenta

Pagamentos em atraso atin...

Nova penhora a mansão de luxo de Pinto da Costa

Nova penhora a mansão de luxo de Pi…

Casa é atualmente ocupada...

Dívida 30 milhões das prisões:  Ministra sem “nenhuma evidência de fome nas prisões"

Dívida 30 milhões das prisões: Min…

A ministra da Justiça gar...

O outro lado do plano PERES

O outro lado do plano PERES

A decisão de adesão [ao P...

Contribuintes detectam falhas no plano de pagamento de dívidas fiscais

Contribuintes detectam falhas no pl…

Sindicato diz que as “inc...

Avisos do fisco podem usar ‘perdão fiscal’

Avisos do fisco podem usar ‘perdão …

Empresas analisam impacto...

Fisco acelera notificações de cobrança de dívidas fiscais de 2012

Fisco acelera notificações de cobra…

A Autoridade Tributária e...

A dívida da Câmara de Lisboa foi paga pelo Governo?

A dívida da Câmara de Lisboa foi pa…

Segundo Passos, Costa só ...

“Perdões” fiscais deram 3000 milhões ao Estado em 12 anos

“Perdões” fiscais deram 3000 milhõe…

São a “derradeira oportun...

Prev Next

On Screen Feedburner Popup by Infofru

Receive all updates via Feedburner. Just subscribe below.

Subscribe to Receive Free Email Updates:

Author Site:Reviewresults

Close

Segurança Social alerta para burlas e diz que não faz cobranças porta-a-porta

Segurança Social alerta para burlas e diz que não faz cobranças porta-a-porta

O Instituto da Segurança Social lançou um alerta para burlas envolvendo o nome da instituição e avisou que não atribui prémios ou gratificações nem cobra dívidas porta-a-porta, pelo que em situações idênticas a polícia deve ser avisada.

Em comunicado, o Instituto pede à população para que sempre que seja abordada por pessoas em nome da Segurança Social, a pedir dinheiro ou cobrar dívidas, contacte de imediato as forças policiais.

O aviso surge depois de notícias de cidadãos alvo de fraudes e burlas por parte de pessoas que se fazem passar por funcionários da Segurança Social, sendo as vítimas normalmente pessoas idosas e em zonas isoladas que são contactadas nas suas casas.

Há casos, explica-se no comunicado, em que os supostos funcionários falam de prémios e induzem as pessoas a mostrar o dinheiro que têm. E há outros em que são referidos valores de pensões pagos por engano, que é preciso devolver.

O Instituto dá ainda com exemplo casos de indivíduos que dizem ser fiscais ou inspectores da Segurança Social e que vão cobrar multas, levando as vítimas a mostrar o dinheiro que têm em casa ou a fazer levantamentos no multibanco para pagar a suposta dívida.

"Em qualquer uma das situações enunciadas, o objectivo principal é no imediato a obtenção de valores, dinheiro ou outros, ou ficarem a saber se as pessoas dispõem de dinheiro nas suas casas", alerta o Instituto.

Deixe comentário

Confirme que introduziu (*) informação requerida cfr assinalado. Código HTML code não é permitido.


Anti-spam: complete the taskJoomla CAPTCHA
Regressar ao topo