Menu
Costa quer Bancos a pagar dívidas da banca

Costa quer Bancos a pagar dívidas d…

A Caixa Geral de Depósito...

Dívida dos hospitais aumenta

Dívida dos hospitais aumenta

Pagamentos em atraso atin...

Nova penhora a mansão de luxo de Pinto da Costa

Nova penhora a mansão de luxo de Pi…

Casa é atualmente ocupada...

Dívida 30 milhões das prisões:  Ministra sem “nenhuma evidência de fome nas prisões"

Dívida 30 milhões das prisões: Min…

A ministra da Justiça gar...

O outro lado do plano PERES

O outro lado do plano PERES

A decisão de adesão [ao P...

Contribuintes detectam falhas no plano de pagamento de dívidas fiscais

Contribuintes detectam falhas no pl…

Sindicato diz que as “inc...

Avisos do fisco podem usar ‘perdão fiscal’

Avisos do fisco podem usar ‘perdão …

Empresas analisam impacto...

Fisco acelera notificações de cobrança de dívidas fiscais de 2012

Fisco acelera notificações de cobra…

A Autoridade Tributária e...

A dívida da Câmara de Lisboa foi paga pelo Governo?

A dívida da Câmara de Lisboa foi pa…

Segundo Passos, Costa só ...

“Perdões” fiscais deram 3000 milhões ao Estado em 12 anos

“Perdões” fiscais deram 3000 milhõe…

São a “derradeira oportun...

Prev Next

On Screen Feedburner Popup by Infofru

Receive all updates via Feedburner. Just subscribe below.

Subscribe to Receive Free Email Updates:

Author Site:Reviewresults

Close

Plano de reestruturação das dívidas do Boavista aprovado Destacado

Alguns credores aceitaram ainda converter os seus créditos em capital da SAD boavisteira. Alguns credores aceitaram ainda converter os seus créditos em capital da SAD boavisteira.

O Boavista anunciou, nesta sexta-feira, que o plano SIREVE (Sistema de Recuperação de Empresas por Via Extrejudicial) foi aprovado por 82,3% do valor dos créditos. Este plano foi apresentado pela SAD do clube "axadrezado" ao IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação).

Com este acordo agora alcançado junto dos credores fica facilitado o caminho para a reestruturação económico-financeira do Boavista, conforme referiu o clube.

"Entre os credores que votaram favoravelmente encontram-se a Autoridade Tributária e a Segurança Social, com pagamento de 150 prestações mensais", refere o comunicado, que acrescentou ainda: "Quanto aos credores privados, haverá lugar a pagamento dos seus créditos em 120 prestações mensais, com meses de carência, com perdão de juros e outros encargos, podendo, caso haja possibilidades económicas para tal, ser-lhes efectuado o pagamento antecipado dos seus créditos".

O clube explica ainda ter sido "decidido por credores representando 18,38% do valor global dos créditos, entre os quais o Boavista FC, converter os seus créditos em capital social da Boavista SAD, o que reforça os seus capitais próprios e faz reduzir o passivo". "Com este acordo, que resultou da forte colaboração entre o Boavista FC, seu acionista maioritário, e a Boavista SAD, ficará assegurado mais um dos suportes para a efectiva reestruturação económico-financeira do Grupo Boavista, que tem sido estrategicamente prosseguida passo a passo e com muito esforço desde o início de 2013", admitiu finalmente o clube.

Deixe comentário

Confirme que introduziu (*) informação requerida cfr assinalado. Código HTML code não é permitido.


Anti-spam: complete the taskJoomla CAPTCHA
Regressar ao topo